Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Reajuste feito pela Petrobras eleva projeções de inflação para 2024

Foto: Freepik

Após a Petrobras anunciar um reajuste no preço dos combustíveis e do gás de cozinha (GLP), que começa a valer a partir desta terça-feira (09), economistas fizeram novas projeções para a inflação brasileira acumulada deste ano.

As estimativas para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) afastaram-se um pouco mais do patamar de 4% nos 12 meses até dezembro. De acordo com o anúncio da Petrobras, o preço médio da gasolina subirá R$ 0,20 por litro nas refinarias, enquanto o aumento no valor do GLP de 13 quilos será de R$ 3,10 para as distribuidoras.

Após a decisão da estatal, a Ativa Investimentos elevou sua projeção para o IPCA de 2024, de 4% para 4,2%. A previsão anterior não contemplava a perspectiva de reajustes nos preços. A Warren Investimentos também alterou suas projeções, de 4,1% para 4,28%. Economistas do FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas) também revisaram sua previsão, de 4,1% para 4,2%.

O impacto no IPCA tende a ser dividido entre os meses de julho (0,08 ponto percentual) e agosto (0,05 ponto percentual). Os economistas do FGV Ibre ponderam que o cenário pode mudar caso a empresa promova novas mudanças nos preços nas refinarias, seja para cima ou para baixo, até o final do ano. Eles afirmam que a valorização do real poderia ajudar a rever para baixo os preços nos próximos meses. Contudo, não descartam a possibilidade de a situação permanecer ruim, agravada por um futuro aumento do preço do petróleo.

Notícias Recentes

Anúncio publicitário

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.